Quer usar algum texto ou parte dele? Clique aqui e saiba como fazer!

Sobre os comentários fechados!

Pessoas queridas! Decidi que fechar os comentários deste blog seria a melhor opção por enquanto. A vida tá corrida e o tempo de ler/responder comentários (uma das coisas mais gostosas que o "blogar" nos proporciona) está curto. Portanto, pra não deixar ninguém sem resposta, decidi que vou postando quando posso, mas os comentários permanecem fechados. Agradeço a compreensão! E obrigada pela visita! *_*

Onde estarão as Luluzinhas?

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Boato da internet ou verdade?

Todas sabemos que, quanto mais chumbo, mais cancerígeno um produto, certo?

Mas, antes de sair por aí encaminhando e-mails pras minhas amigas e alarmando vocês, gostaria de saber se vocÊs também receberam um e-mail sobre a quantidade de chumbo nos batons e um pedido pra repassar para TODAS A MINHA LISTA DE CONTATOS.

Receberam?

Vou contar o conteúdo do e-mail aqui pra vocês caso ainda não conheçam, mas a história é antiga. E daí se alguém souber falar melhor sobre o assunto, eu agradeço, inclusive pra desmentir, caso seja uma daquelas "lendas urbanas"...

(quero deixar bem claro que isso é apenas uma transcrição de um e-mail que recebi, não sou eu quem está fazendo as afirmações abaixo)

"A dra. Elizabeth Ayoub é médica biomolelucar e emitiu um alerta para batons contendo chumbo, que é uma substância cancerígena.

Recentemente, a marca chamada Red Earth diminuiu os preços de U$ 61,00 para U$ 9,90. Por quê? Por que continha chumbo.

As marcas contendo chumbo são:
Natura, Boticário, Clinique, Esteé Lauder, Shiseido, Red Earth, Chanel, Mark America, Motives Lipstick, Avon."


O e-mail ainda traz um teste para que façamos:

"* Ponha algum batom em sua mão (eu entendi que é pra riscar o batom na mão)
* Com um anel de ouro, esfregue sobre esse batom
* Se a cor do batom mudar para pretom, então você sabe que o batom contém chumbo"


O e-mail é "assinado" por Ana Isabela Lopes Sales, Doutoranda na área de Biologia Celular e Molecular de Genômica e Biologia Molecular Bacteriana, Departamento de Biologia Celular e Molecular e Bioagentes Patogênicos.

O e-mail reproduzido acima NÃO TRAZ A INSTITUIÇÃO DA QUAL A TAL DOUTORANDO FAZ PARTE.

**********************

Daí que eu fui pesquisar quem era a doutoranda. Ela existe mesmo, tem currículo no Lattes. Mas nada impede que alguém tenha copiado esse currículo dela. Tem sempre alguém querendo prejudicar as pessoas, néam ¬¬

Daí, encontrei um outro site que diz que esse e-mail é pura balela, e que desconfiou de uma coisa que eu também desconfiei: não entendo nada de química, mas meu... o que é que CHUMBO tem a ver com BIOLOGIA molecular ou celular? O site ainda apontava alguns questionamentos:
http://balela.info/arquivo/atencion-mujeres-o-boato-do-batom-com-chumbo/

Procurando pelo nome da dra. Elizabeth vi que a única referência médica a essa pessoa foi em posts que descreviam o mesmo e-mail que eu transcrevi pra vocês aqui. Mas parece que ela existe e, no site abaixo, diz que nunca escreveu este artigo e pede ajuda para desfazer a mentira que contaram no nome dela:
http://www.quatrocantos.com/LENDAS/174_chumbo_no_batom.htm

******************

Portanto, existem duas versões, meninas:

A primeira versão nos alerta dos perigos do excesso de chumbo nos produtos. Já ouvi falar que era necessário observar a quantidade de chumbos nos shampoos, e que os shampoos da Seda continham mais chumbo que os outros. Será? Alguns blogs publicaram o e-mail como verdade, sem se preocupar em ir atrás de informações... A segunda versão ridiculariza as pessoas que publicaram este e-mail, mas o chapéu não serviu pra mim, já que fui atrás de maiores informações e não fiquei reenviando coisas sem pesquisar antes.

Fato é que chumbo em quantidades altas não deve ser bom mesmo.

Então, se alguma menina que faz Farmácia (tipo a Bruna de Cascavel - Beautiful Girl) ou algum curso parecido na facul e que saiba dizer alguma coisa baseada em informações precisas para a gente, please!

É bem chato que as pessoas usem nomes de terceiros para espalhar boatos por aí. Antes da gente ficar reenviando e-mails e entupindo caixas de entrada dos amigos, é sempre bom dar uma conferida sobre o assunto no google, uma das únicas ferramentas que a gente tem para confirmar informações. Praticamente tudo nessa vida vai fazer mal em excesso, inclusive excesso de e-mail na caixa de entrada dos outros rs....

E é por isso que eu NÃO VOU REPASSAR este e-mail para vocês, nem para o pessoal da minha caixa de entrada.

EDITADO: meninas, a Bruna do Beautiful Girlfoi uma querida e deu umas explicações bem interessantes sobre o assunto, então vou colar o comentário dela aqui, ok? Destaquei umas partes da fala dela que eu achei bem interessantes:

Bruna Belatriz Brasil disse...
Oi Luciana
Quanta honra ser mencionada no seu post.
Então, assim, eu recebi esse mesmo e-mail acho que há uns dois anos atrás. Obviamente vi que era loucura, o chumbo tem sido abolido cada vez mais de qualquer atividade humana. Acho que não só na área de tintas pra construção civil. lembro que teve um tempo que a ANVISA tava pegando pesado com indústrias de brinquedos por causa das tintas usadas pra colorir. Só que a ANVISA só reproduz o que o FDA e outros órgãos internacionais de saúde pública fazem, ou seja, estava ocorrendo uma "caça às bruxas" ao chumbo. Agora sejamos coerentes: acham que realmente o FDA, a ANVISA e quaisquer outros órgãos de fiscalização fazem toda essa pressão no caso de tinta de brinquedo, pense em algo que está em maior contato com pele e mucosas como cosméticos, batons e shampoos. (Faz todo o sentindo, Bruna!)Todos esses produtos passam por um rigoroso processo de registro, matérias-primas devem ser certificadas. A presença de metais pesados (como o chumbo, o cádmio e mercúrio, por exemplo)devem estar em quantidades traço de ppb (partes por bilhão). É uma lástima que ainda tentam assustar as pessoas com assuntos que já foram solucionados e não dão atenção ao que realmente é preciso: parabenos, formaldeído, tolueno, benzeno, etc. Esse e-mail é igual aquele dos absorventes internos e da síndrome do choque: um negócio que foi não sei de quando, já solucionado e que insitem em reviver pra ficar confundindo as pessoas. E depois, acham que realmente Shiseido, Chanel, Esteé Lauder e Clinique (até mesmo Avon) marcas que estão na vanguarda de tecnologia de pigmentação utilizariam métodos tão bárbaros quanto o chumbo? A besteira do e-mail é tão grande, que é cômica pra não dizer trágica. Eu espero ter ajudado um pouquinho a elucidar. Prometo fazer um post sobre o chumbo no meu blog viu Lu,(com certeza, Bru, ajudou muito sim, brigadão mais uma vez) lembrei agora que lá na faculdade tem um livro que fala certinho e também vou correr atrás dos rótulos desses produtos e testes para esclarecer melhor, assim como do parecer de meus professores de cosmetologia e química geral, analítica e orgânica. Daí eu te aviso ok?!
Beijos (PS: desculpe pelo exagero). (que isso, queridona! =***)

13 de Julho de 2009 19:05