Quer usar algum texto ou parte dele? Clique aqui e saiba como fazer!

Sobre os comentários fechados!

Pessoas queridas! Decidi que fechar os comentários deste blog seria a melhor opção por enquanto. A vida tá corrida e o tempo de ler/responder comentários (uma das coisas mais gostosas que o "blogar" nos proporciona) está curto. Portanto, pra não deixar ninguém sem resposta, decidi que vou postando quando posso, mas os comentários permanecem fechados. Agradeço a compreensão! E obrigada pela visita! *_*

Onde estarão as Luluzinhas?

sábado, 29 de agosto de 2009

Depilação a laser: Rosto

Olá, meninas.


Decidi fazer um post sobre a minha experiência com depilação facial a laser por duas razões:


* quando eu procurei por informações, eu não encontrava exatamente o que eu queria saber sobre essa prática, então quem sabe eu possa ajudar alguém que teve dúvidas como eu?


* desmistificar essa prática e, talvez seja pretensão, corrigir alguns exageros de pessoas que dizem que super dói pra fazer, ou que não dói nada pra fazer.


Esse post é uma edição com acréscimos do meu comentário neste post da Cris do Beleza Pura. Eu pedi autorização pra postar e aqui está:


"Tenho muitos pêlos no rosto, principalmente ao redor do queixo e buço (o odioso bigodinho). O pior de tudo é que eles são pretos, e minha pele é clara. Daí que finalmente eu e minha mãe decidimos fazer a tal depilação a laser. Quem fez foi a minha médica endocrinologista Maria Cristina Magro Faidiga, de Toledo.


Antes de ir, eu pesquisei na internet como era e quase desisti, porque as meninas falavam que doía bastante, que era insuportavelmente doloroso e panz. E eu, que tenho vontade de sumir toda vez que tenho que me depilar com cera, até chorei de raiva antes mesmo de entrar no carro pra ir lá fazer a tal depilação.


Quando cheguei lá, elas me deitaram na maca (a doutora Cristina e a Fran, ajudante dela, umas queridas), limparam meu rosto e, pro meu desespero, tiraram todos os meus pelos do rosto com GILLETTE! Pensei "Ai minha nossa senhora, agora não tem mais volta, agora TEM que fazer essa joça, filha da mãe!" E eu lá, me borrando... Aí, colocoram o óculos de silicone pra proteger os olhos do laser e eu quase chorando de medo... Só pensava que ia doer, que ia doer imensamente, que eu não suportaria e daria vexame.


Quase chorando, eu combinei com ela que, se eu pedisse pra parar, ela simplesmente pararia. Então, a Cristina disse que ia dar a primeira atirada, pra eu ver se eu aguentava. Bom... aí ela veio com a pistolinha de laser geladinha... Ela me explicou que a ponta da pistola é geladinha assim para ajudar a aliviar a dor, é tipo uma anestesia sem ser!


O laser estava a 40. Ela atirou e eu pensei "Ah... foi isso? Só isso? Tá... dá pra aguentar". Nem morri. Mas que fique bem claro: dói sim, mas é para uma boa causa. Nas áreas mais críticas, ela baixava o laser pra 35 - mas baixar o número do laser significa que ela vai aumentar a potência e vai doer mais. É uma dor que dá pra aguentar, acreditem.


Buço e garganta dói mais que os outros lugares. Cheguei a sentir meus dentes ficando quentes rs. É onde tem os pelos mais grossos, então é onde a gente sente mais queimar, precisa de mais potência no laser. Ainda assim, é aguentável. Ela pedia pra eu colocar a língua em cima dos dentes, assim não ia ter aquela sensação ruim de "soco" nos dentes rs.


Ela passou pedacinho por pedacinho do meu rosto, e a pistola devia ter uns 3cmx2,5cm, então imaginem vocês como é passar esse quadradinho pelo rosto inteiro. Eu podia sentir o cheiro de cabelo queimado, ho ho ho.


No final, ela passou uma pomada calmante no rosto. Ficou pontinhos pretos apenas nos pêlos mais grossos (no meu caso bem poucos, no caso da minha mãe muuuuitos). A pele da minha mãe ficou vermelha e inchada o resto da tarde, a minha ficou normal depois de uma hora. A explicação é que a pele da minha mãe é madura e os pêlos eram muito mais grossos.


Fiz uma segunda vez e vou pra terceira no próximo mês. Acho que precisarei de três ou quatro vezes para passar apenas para a manutenção depois. A primeira vez custou R$ 350 para cada uma (eu e minha mãe). Das outra vez custou R$ 320,00. A próxima vai custar R$ 300,00.


E eu faria tudo de novo, porque mesmo tirando com gillette, os pêlos que ainda cresceram foram poucos na primeira vez, e muito poucos na segunda; além de não crescerem grossos e espetados


Então é isso, dói sim, mas no rosto dá pra suportar. A ponta da "pistola de laser" é geladinha, então ameniza um pouco a sensação de que está te queimando. E a doutora disse que na virilha é o lugar onde mais dói MESMO. Ainda vou pensar se vou fazer ou não...


Com pêlos claros a depilação a laser não é satisfatória (existe um líquido CARÍSSIMO pra escurecer o pêlo, e ás vezes nem funciona direito) e em pintas marrons o laser não pode ser aplicado por causa do risco de manchas."


Bom, meninas... para quem estava procurando informações, aqui estão. Qualquer dúvida sobre o assunto, deixem um comentário e eu respondo. Se não tiver blog, deixe um e-mail! E não deixem de fazer por medo, porque vale a pena!


Abraços!


***********************************

Gente, se vocês puderem voltar ali na enquete do lado, sobre os gadgets e novo layout do blog, pra eu saber se tô no caminho certo ou não... eu agradeço!

Gradecida!