Quer usar algum texto ou parte dele? Clique aqui e saiba como fazer!

Sobre os comentários fechados!

Pessoas queridas! Decidi que fechar os comentários deste blog seria a melhor opção por enquanto. A vida tá corrida e o tempo de ler/responder comentários (uma das coisas mais gostosas que o "blogar" nos proporciona) está curto. Portanto, pra não deixar ninguém sem resposta, decidi que vou postando quando posso, mas os comentários permanecem fechados. Agradeço a compreensão! E obrigada pela visita! *_*

Onde estarão as Luluzinhas?

domingo, 24 de janeiro de 2010

Âmbar: o que é e de onde vem?

Há muito tempo, antes mesmo de me apaixonar pelo Amber Romance da VS, eu acabei parando numa página que explicava as famílias olfativas dos perfumes.

Lendo sobre elas, descobri várias curiosidades sobre o âmbar utilizado na perfumaria. Vocês sabiam que:

* A resina fossilizada das árvores se chama "âmbar" também, mas é usada na fabricação de objetos ornamentais (enfeites, penduricalhos, colares, brincos, anéis). Quando eu era criança e vivia em cima das árvores, a gente dizia que a árvore estava "chorando" quando víamos a resina da árvore escorrendo pelos troncos ou galhos. Já viram Jurassic Park? Então, é de um fóssil preservado em âmbar que o cientista começa toda a maluquice de recriar os dinossauros.

* O âmbar da perfumaria (âmbar cinza) é formado no intestino das baleias cachalotes. É uma secreção biliar que ajuda a eliminar matérias indigeríveis de dentro do intestino delas. Ou seja, é o cocô dessas baleias. Écam, néam!



* Os antigos conheceram essa substância porque ela aparecia boiando nas praias ou encrustadas em rochas na beira do mar. E não sabiam de onde vinha essa substância! Por isso, era considerado um "mistéééério" e uma raridade, com propriedades afrodisíacas e mágicas.

* Os antigos achavam que essa substância vinha das cavernas submarinas e de raízes de árvores litorâneas. Só foram descobrir que a origem nojentinha do "âmbar" com o desenvolvimento da caça ás baleias.

* A substância fresca é fedidinha. Mas se é exposto á fotodegradação (exposição á luz), ele adquire odor agradável. Como ficava boiando na água ou presa na rocha e exposto ao sol, os antigos conheceram só o odor agradável do âmbar, ehehehehe.

* O âmbar é usado só na perfumaria. Não tem nenhuma outra utilidade.

* O âmbar é usado para fixar os perfumes e tornar as fragrâncias mais "complexas" (hein?).

* Com a caça ás baleias proibidas, o âmbar acabou sendo substituído por um composto químico sintético - explicar esse composto seria forçar a amizade, né?

* Os perfumes ambarados costumam pertencer á família de notas orientais, e são recomendados mais para a noite, por serem mais "sensuais". Ui!

* Alguns perfumes com notas de âmbar (pesquisado na Sacks - menos os pefumes d'O Boticário):

Animale - Animale Feminino e Masculino
Burberry - Britt Feminino, Tender Touch
Cacharel - Anais Anais e Amor Amor
Calvin Klein - Euphoria
Carolina Herrera - 212 Sexy, Carolina Herrera, CH
Cartier - Délices
Dior - Midnight Poison, Pure Poison
Elizabeth Arden - 5th Avenue
Gabriela Sabatini - Gabriela Sabatini
Givenchy - Organza
Hugo Boss - Hugo Feminino e Masculino
Jean Paul Gaultier - Classique Feminino
Jeniffer Lopez - Deseo, Glow, Live Luxe, Still (ou seja, quase todos)
Lancôme - Hypnôse Masculino, Miracle
Marina de Bourboun - Eau de Lys, Princesse
O Boticário - Coffee Woman e Man, Sítar, Royalty Celebrare
Salvador Dalí - Laguna
Sarah Jessica Parker - Lovely
Thierry Mugler - Alien Feminino
Valentino - V Masculino e Feminino
Versace - Crystal Noir, Versace (várias versões)
Yves Saint Laurent - Paris

Chega, né?
Para escrever esse texto, eu reli alguns artigos sobre o âmbar, mas usei o texto que consta na Wikipedia como base, e apenas simplifiquei/resumi o verbete.

=]